O Dia do Trabalho precarizado

Em meio a toda essa tragédia que o mundo vive e o Brasil vive muito, pouca gente vai se tocar desse Primeiro de Maio em 2020. Primeiro, pela confusão do tempo decorrente do isolamento. Segundo, pelo feriado em meio à pandemia. Terceiro, porque não teremos as devidas manifestações populares por conta do cenário atual.

Campanha de Associação 2020 – Vem Com a AABA

A Associação dos Arquivistas da Bahia (AABA), surgida em 2002, é a entidade de representação máxima da comunidade arquivística baiana. A AABA busca integrar estudantes de Arquivologia, profissionais de arquivo, docentes, pesquisadores e empresas arquivísticas na luta por melhorias e mais reconhecimento da área perante a sociedade.

Nota Pública – Sobre a pandemia do novo coronavírus (COVID-19)

Informamos que a Diretoria da Associação dos Arquivistas da Bahia tem ciência e está acompanhando a situação no Brasil da pandemia do novo coronavírus (COVID-19) e – seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e demais órgãos institucionais municipais e estaduais – alerta para a necessidade de isolamento social para prevenção

Anuidade 2020

A Diretoria da Associação dos Arquivistas da Bahia informa que o período de pagamento da anuidade 2020 começará em 1º de março do ano corrente. Sejam de sócios antigos ou novos, essas anuidades criarão as condições necessárias para que – sobretudo neste momento de graves ataques aos direitos da classe trabalhadora – possamos nos manter politicamente

O parasitismo neoliberal e o ódio ao servidor público

Na última semana, o representante mor do fundamentalismo neoliberal do governo Bolsonaro, ministro Paulo Guedes – sob investigação do Tribunal de Contas da União, por suspeita de fraudes nos fundos públicos de empresas estatais –  chamou os funcionários públicos de “parasitas” e, irresponsavelmente, lançou um conjunto de mentiras para justificar seu ódio ao funcionalismo.

“É preciso que os arquivistas se dediquem a entender o momento político e a sua participação neste, como buscam aperfeiçoar-se tecnicamente”: Entrevistamos a Bia Kushnir, diretora geral do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro (AGCRJ)

Entrevistamos Bia Kushnir para conhecer um pouco de sua trajetória e sua missão frente ao arquivo do município do Rio de Janeiro, mundialmente conhecido como um destino turístico, mas que tem muita história para contar. Como gestora, Bia nos conta seus desafios.